Jornalista mostra planilha de propinas pagas a agentes públicos da Prefeitura de Guarapari

Jornalista mostra planilha de propinas pagas a agentes públicos da Prefeitura de Guarapari

O jornalista Marcelo Paranhos, do Portal Realidade Capixaba, publicou na última segunda-feira (24), um vídeo que apresenta planilhas com pagamentos de propinas, que de acordo com ele, comprova um esquema de corrupção na Prefeitura de Guarapari.

Os documentos entregues por uma fonte que não será identificada, apontam indícios de pagamentos de propina de empresas contratadas pela Prefeitura para diversos agentes públicos.

“Eu tenho aqui em minha posse, entregue por uma fonte, um envelope com mais de duzentos documentos. Esses documentos comprovam que a corrupção está institucionalizada na prefeitura do Edson Magalhães, nessa administração.” Declarou o jornalista.

4 anos de propina
De acordo com o jornalista, o esquema de corrupção se inicia em 2018 com pagamentos até 2022. Os documentos entregues comprovam o modus operandi de um grande esquema que envolvem a Secretaria de Obras, CODEG, entre outras pastas com seus respectivos agentes públicos.

Agenda da corrupção
Paranhos apresentou uma planilha com valores de propina referente a diversos veículos pesados que deveriam prestar serviços para a população. De acordo com ele, muitos serviços não eram sequer prestados, mas os valores eram pagos e grande parte era dividida entre agentes públicos do alto escalão da Prefeitura.

“Sabe o que é essa agenda aqui, é a agenda da corrupção. É a continha que eles fazem para saber quanto que eles tão faturando no final do mês, sem que a máquina trabalha”.

Assassinato do empresário Thiago Nossa
O jornalista afirma que o assassinato do empresário Thiago Nossa, proprietário da JM Transporte de Cargas tem a ver com um acordo de delação premiada que o mesmo havia feito para denunciar todo o esquema de corrupção existente na Prefeitura de Guarapari. O entendimento do jornalista é de que a morte do empresário ocorreu para que ele não pudesse delatar os crimes ocorridos e os integrantes do esquema.

Defensores da corrupção
Marcelo Paranhos citou ainda situações inusitadas de cidadãos defendendo os operadores do esquema de corrupção em grupos de WhatsApp e rede social.

“Tem gente que tem cara de pau de ir em grupo de WhatsApp defender vagabundo que é mandado embora, por que agora, tem gente querendo se afastar para colocar a culpa em outros, né. Já era, tudo isso vem à tona e a Polícia Federal está chegando.” Afirmou o jornalista.

Polícia Federal
A fonte do jornalista informou que assim que a Polícia Federal iniciar o procedimento apuratório, o mesmo irá contribuir com informações e provas sobre o esquema que tem revirado a vida política do município de Guarapari.

Assista ao vídeo postado pelo jornalista: 

Política ES

Política ES | Portal de notícias sobre o estado do Espírito Santo, política, economia, esportes, mundo opinião e muito mais! www.politicaes.com.br | +55 27 99623-3716

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *